Desilusão | 17Ago2011 15:50:53

 

Vendo a chuva a cair

Vendo também a ventar

Logo me sinto tão triste

Ao sentir esses aflitos

Em busca de se agasalhar

Num caminho ou num buraco

Numa rua ou numa esquina

Pensando saborearem

A asa de uma galinha.

Por isso sinto-me danado

Por escrever tudo isto

E ao saber que tudo o que faço

É tão péssimo e tão fraco

Só que o mundo para mim

O que julgo como tudo isso

Por eu nascer sem juízo

Só consigo escrever

Pra esses contentores do lixo.



Ler mais | Comentários (0) | Visualizações (713)

1 a 1 de 1 Primeiro | Anterior | Seguinte | Último |
Procura
Painel controlo
  • Email:
  • Palavra-passe:
  • Lembrar dados
  • Ir administraçào


Idiomas
Sondagens
Gosta Do Surrealismo?
Sim
Não
Não sei o que isso é
Outras Visitas

lusopoemas

poesia

as-artes

afmach

rodinha26

gov

7pecados
Últimas Galeria





Anedotas
Irritado com seus alunos, o professor lança um desafio.
- Aquele que se julgar burro, faça o favor de ficar em pé.
Todo mundo continua sentado, no mais completo silêncio. Alguns minutos depois o melhor aluno da classe levantou-se.
- Quer dizer que você se acha burro? - pergunta o professor, indignado.
- Bem, pra dizer a verdade, não! Mas fiquei com pena de ver o senhor aí, em pé sozinho!

Visitas Recentes